Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Animação em vídeo busca alertar população sobre o novo campo de incidência do mercado do agronegócio

As grandes corporações do mercado de commodities têm apostado, no último período, no desenvolvimento de novas biotecnologias agrícolas. A incidência, além de ampliar o dependência de agricultores ao concentrado mercado de insumos químicos e sementes e o controle do mercado por corporações, localiza o país em um cenário de insegurança alimentar e de ameaça à agrobiodiversidade.

O país que possui consumo recorde de agrotóxicos, já conta com 90 plantas transgênicas liberadas comercialmente no país - destas 70 modificadas para tolerar algum agrotóxico, e avança na implementação de biotecnologias de alto risco.

Sem garantir a participação popular e o amplo debate público, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou, em janeiro de 2018, a Resolução Normativa (RN) 16/2018, que estabelece requisitos para a definição de novas biotecnologias com engenharia genética que diferem das técnicas utilizadas em transgênicos. Com a nova normativa, a CTNBio pode decidir que os organismos produzidos com o uso dessas biotecnologias não se classificam como transgênicos ou organismos geneticamente modificados (OGMs), e assim podem ser dispensadas de avaliações de risco, sem monitoramento e sem rotulagem. 

Essa normativa torna o Brasil um dos primeiros países do mundo a possibilitar pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização deste tipo de tecnologia -  um campo de ampla incerteza e que soa como grande alerta aos camponeses, organizações sociais e movimentos populares que atuam na defesa da saúde, meio ambiente e soberania alimentar.

Selecionados para formação da equipe do projeto Slow Food na Defesa da Sociobiodiversidade e da Cultura Alimentar Baiana, uma parceria entre SDR/CAR e ASFB, no âmbito do projeto Pró-Semiárido:

TR06 - Designer: Marcelo de Podestá
(2º colocado: Grabiela Alessi Bonilha e 3ª colocada: Camila Botelho)

TR07 - Coord Administrativa: Norma Leide Nascimento Rios
(2ª colocada: Paloma Costa e 3ª colocada: Niva Oliveira)

Informamos que a comissão de seleção foi composta por: Glenn Makuta, Lígia Meneguello e Elaine Diniz, colaboradores da Associação Slow Food do Brasil.

Em breve entraremos em contato para orientação dos procedimentos para contratação dos selecionados.

Aos demais candidatos, nosso agradecimento; ficamos com os currículos e contatos para oportunidades futuras.

Este é o primeiro boletim informativo, que tem como intuito difundir informações sobre o movimento Slow Food e a terceira edição do encontro das comunidades da rede Slow Food Brasil, o Terra Madre Brasil 2020.

Neste boletim contamos um pouco da história do movimento e de sua organização em rede, propondo o entendimento sobre o Terra Madre como uma estratégia de agregação da rede alimentar boa, limpa e justa; compartilhamos as ideias que baseiam a próxima edição brasileira do Terra Madre Brasil e propomos reflexão sobre os caminhos para mobilização local para participar desse tão esperado encontro.

Acesse o boletim Slow Food Brasil - Terra Madre Brasil 2020 – Número Um

ATA DE REUNIÃO DA DIRETORIA DA ASSOCIAÇÃO SLOW FOOD DO BRASIL PARA IMPLANTAÇÃO DA NOVA COMISSÃO DE AVALIAÇÃO RESPONSÁVEL POR SELECIONAR OS PRESTADORES DE SERVIÇO PARA OS CARGOS: DESIGNER E COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA, QUE EXECUTARÃO AS ATIVIDADES OBJETO DO CONVÊNIO N.º 772/2018, FIRMADO COM A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO E AÇÃO REGIONAL – CAR


No dia 14 de outubro de 2019, a Diretoria da ASSOCIAÇÃO SLOW FOOD DO BRASIL, inscrita no CNPJ sob o n.º 11.413.597/0001-12, com sede na Rua Andrade Fernandes, n.º 283, sala 3, Vila Madalena, CEP: 05449-050, na cidade de São Paulo, SP, composta pelo Presidente Sr. Georges Schnyder Junior, pelo Vice Presidente Sr. Luis Roberto Carrazza, e pelo Secretário Sr. Jerônimo Kahn Villas-Bôas, mediante as atribuições conferidas pelo estatuto social, se reuniram para deliberar o desligamento do representante da comissão de avaliação criada no dia 15 de julho de 2019: Marcelo Aragão de Podestá, brasileiro, maior, casado, publicitário, portador do RG no MG.10.171.345, inscrito no CPF sob o nº 066.144.396-50, residente e domiciliado na Rua Tomás de Aquino, 44, Bairro São Pedro, CEP 30330-312, Belo Horizonte - Minas Gerais e constituem uma Nova Comissão de Avaliação que será responsável por selecionar os prestadores de serviços que executarão as atividades objeto do convênio n.º 772/2018, firmado com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR, mediante avaliação curricular, dentre outras informações que entenderem pertinente, sendo composta por 3 (três) integrantes: Glenn Massakazu Makuta, brasileiro, maior, casado, biólogo, portador do RG nº 33.539.490-5 SSP/SP, inscrito no CPF sob o nº. 326.044.29-31, residente e domiciliado na Rua Santo Irineu, 450, bairro Bosque da Saúde, CEP: 04127-120, São Paulo - SP; Lígia Meneguello, brasileira, maior, casada, bióloga, portadora do RG no. 43.506.805-2 SSP/SP, inscrita no CPF sob o no. 329.312.698-75, residente e domiciliada na Rua Santo Irineu, 450, bairro Bosque da Saúde, CEP: 04127-120, São Paulo - SP; Elaine Diniz Soares, brasileira, maior, solteira, administradora, portador do RG nº 38.983.033-1, inscrito no CPF sob o nº 029.755.346-12, residente e domiciliada na Rua Tomás Gonçalves, 121, apto 111, Bairro Vila Gomes, CEP 05590-030, São Paulo - SP. Por fim, informamos que a presente ata será publicada no site da ASSOCIAÇÃO SLOW FOOD DO BRASIL, www.slowfoodbrasil.com

Para acessar o documento na íntegra, acesse o link

 

SOLICITAÇÃO DE AFASTAMENTO

Eu, Marcelo Aragão de Podestá, brasileiro, maior, casado, publicitário, portador do RG no MG.10.171.345, inscrito no CPF sob o no 066.144.396-50, residente e domiciliado na Rua Tomás de Aquino, 44, Bairro São Pedro, CEP 30330-312, Belo Horizonte, Minas Gerais, solicito o meu afastamento da Comissão de Avaliação, formada no dia 15 de julho de 2019, responsável por selecionar os prestadores de serviço que executarão as atividades objeto do convênio n.o 772/2018, firmado entre a Companhia de Desenvolvimento e Ação regional – CAR e a Associação Slow Food do Brasil - ASFB, devido o meu interesse em apresentar candidatura para a Solicitação de Manifestação de Interesse 06 e Termo de Referência 06, para o cargo de Designer.

Belo Horizonte, 14 de outubro de 2019

Marcelo Aragão de Podestá

Para acessar o documento na íntegra acesse o link

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s