Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

CAPA-POSICIONAMENTOAGROECO.png

 

Baixe o Documento de Posicionamentodo Slow Food Brasil sobre Agroecologia para ler o conteúdo na íntegra.

Este documento é baseado no Position Paper on Agroecology (2015), de autoria de Cristiana Peano e Francesco Sottile. Foto de capa por Patrícia Moll, da Fortaleza Slow Food do Cacau Cabruca do Sul da Bahia (Pré-Assentamento Dois Riachões, Ibirapitanga/BA). A versão brasileira do Documento de Posicionamento do Slow Food Brasil sobre Agroecologia se inspira no documento em inglês e foi traduzido, atualizado e adaptado ao contexto brasileiro por Glenn Makuta e revisado por Ligia Meneguello, Fernando Rangel e José Guedes, no âmbito do projeto Tecendo Redes pelo Alimento Bom, Limpo e Justo para Todos, uma iniciativa da Associação Slow Food do Brasil com apoio da Fundação Heinrich Boll 

Introdução

A discussão sobre a sustentabilidade das atividades agropecuárias tem ganhado cada vez mais espaço e adeptos no mundo. A situação atual aponta a necessidade de buscar alternativas ao modelo produtivo vigente uma vez que este tem nos levado a caminhos que colocam em xeque a existência de nossa própria espécie. No entanto esta é uma narrativa em disputa, sendo frequentemente apropriada por aqueles que adotam práticas que promovem a destruição da natureza e da diversidade de formas de vida no planeta.

Este material faz uma breve análise das problemáticas associadas à industrialização da agricultura, à simplificação dos agroecossistemas que levaram à perda da diversidade biológica e ao colapso ambiental, com consequências diretas e indiretas para a própria agricultura e a sociedade.

O Slow Food promove a agroecologia como um pilar para garantir o acesso de todas e todos a uma alimentação saudável, com respeito à diversidade e a memória biocultural e aos modos de vida, promotora da biodiversidade e dos recursos naturais, de forma que não agrave a crise climática e como um dos processos para devolver à agricultura e aos agricultores sua relevância e protagonismo.

Outras seções do documento:
Algumas noções sobre agricultura
A problemática
A agroecologia como resposta ao problema
O cenário brasileiro
Agroecologia no Slow Food
Slow Food
Referências Bibliográficas

Baixe o Documento de Posicionamento do Slow Food Brasil sobre Agroecologia para ler o conteúdo na íntegra.

Este documento foi lançado na live Agroecologia: O Futuro da Alimentação, ocorrida em 27 de agosto de 2020 e contou com participação de Carlos Ruffeil, cozinheiro do Ponto de Cultura Alimentar Iacitatá (Belém, PA); Flávia Londres, membro da secretaria executiva da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e Maria Alaídes de Sousa, coordenadora geral do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB) e mediação de Glenn Makuta

Assista à live de lançamento do documento no Youtube:

Conheça os outros materiais deste projeto:

- Animação Movimento Slow Food e Agroecologia

- Texto Do fruto do babaçueiro à cozinha paraense, agroecologia e luta pelo território, de Ana Mosquera

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s