Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

A cachaça São Miguel é produzida em uma fazenda no município de Quissamã, onde cana e cana produtos foram feitos por sete gerações. Quissamã é uma das regiões mais tradicionais do Brasil para a produção de cana de açúcar. No século 19, teve sete moinhos para fazer cachaça e 20 fazendas de cana. Em 1877, sete usinas de Quissamã uniram-se para formar uma única usina, o Engenho Central de Quissamã, o maior no Brasil para a produção de açúcar e cachaça. O Engenho Central de Quissamã foi fechado em 2002, ameaçando a sobrevivência de séculos de tradição e cultura ligados à produção de cana de açúcar. Para continuar com o negócio e preservar uma tradição que remontava sete gerações, o Engenho São Miguel foi criado em 2010 para a produção de cachaça, açúcar de cana, melado e rapadura (açúcar de cana em bruto). A elaboração da cachaça São Miguel envolve a fermentação do caldo de cana com leveduras naturais e, em seguida, a destilação em alambiques de cobre. A vinhaça, um subproduto da destilação da cachaça, é utilizada para fertilizar as plantações de cana. Em poucos anos, a cachaça São Miguel já ganhou uma Medalha de Ouro no Concours Mondial de Bruxelas em 2013 e 2014 e uma medalha de ouro na Cachaça Expo, em São Paulo, em 2013.

Território:  Rio de Janeiro / Região Sudeste

Município: Quissamã


Referência da Comunidade: Haroldo Cunha Carneiro da Silva, (22) 2768-1127 / 98813-0665, haroldoccarneiro@gmail.com, www.cachacasaomiguel.com

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s