Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

» Para receber os textos do Slow Food Brasil por email, basta você cadastrar seu endereço:


Acompanhe também via: Slow Food Brasil via RSSSlow Food Brasil no TwitterSlow Food Brasil no Facebook

O movimento Slow Food Brasil, manifesta através desta carta, repúdio às situações alarmantes de abuso, violência e desrespeito aos direitos humanos vividas pelos camponeses do MST no acampamento Dom Tomás Baldinho, no município de Quedas do Iguaçú/PR.

Trabalhadores rurais assassinados, torturados, perseguidos, discriminados e sem seus direitos básicos respeitados não pode ser tolerado ou aceito em um Estado democrático de direito.

Saber que em pleno ano de 2016 vemos trabalhadores do campo executados por pistoleiros de antigos grileiros em áreas da União, sem que o poder público interfira é algo espantoso. O Governo do Estado do Paraná - que já foi punido anteriormente pela Corte Internacional de Direitos Humanos por conta de assassinatos no campo - reincide em conduta que pode ser interpretada como descaso ou conivência com crimes e barbáries deste tipo.

A sociedade organizada exige esclarecimentos e se sensibiliza com os trabalhadores de Quedas do Iguaçú.

Convivium Diamante

Produtores de queijos artesanais das comunidades de Diamante e Barra Negra, no município de Major Gercino (Santa Catarina) fizeram hoje, 12 de abril de 2016, a primeira reunião do Convívio Diamante. O encontro aconteceu na propriedade de Irene Esser Schlichting e Nério Schlichting, na comunidade de Diamante. O Objetivo do convívio é valorizar e resgatar a importância do queijo tradicional produzido nessas comunidades há mais de um século por descendentes de imigrantes alemães, italianos, poloneses e luso-brasileiros. Esse conhecimento e modo de fazer vem passando de geração em geração e, atualmente, corre sério risco de extinção. Devido a isso, o queijo colonial Diamante, foi inscrito na Arca do Gosto do Slow Food. O encontro teve apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Major Gercino, Prefeitura Municipal, Banco do Brasil, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Epagri e participação de Michelle Carvalho, do Grupo de Trabalho de queijos artesanais de leite cru do Slow Food Brasil.

O Slow Food e a Universidade de Ciências Gastronômicas iniciaram uma colaboração para relançar o projeto Arca do Gosto, estimulando a rede Slow Food a indicar um número cada vez maior de produtos e criando, assim, a base de um verdadeiro programa pedagógico e de pesquisa dentro da Universidade.

A filosofia de base que sustenta a Arca do Gosto, seus objetivos e seus critérios de admissão de novos produtos permanecem inalterados. Mas o processo de indicação de novos produtos para a Arca está bem mais simples.

ark-of-taste

O “CHEF NA FEIRA" é realizada pela Prefeitura de SP, promotora da feira de produtos orgânicos, em parceria com o Slow Food  Convívio Saudável Mente, Instituto Kairós, Gastromotiva e  por todos os feirantes e produtores que dela participam.

Esta iniciativa tem por objetivo:
- Incentivar os consumidores de todas as idades a valorizarem o ato de cozinhar, e assim aprenderem receitas fáceis, acessíveis, que respeitem a sazonalidade e o aproveitamento integral dos alimentos através de conceitos de uma alimentação saudável.
- Aumentar a produção de orgânicos e seus produtores, fomentando a AGRICULTURA FAMILIAR.
- Disseminar os princípios da filosofia Slow Food do alimento: BOM, LIMPO e JUSTO !

Nesta primeira Ação, que acontecerá neste Sábado dia 2 de abril de 2016, o Chef Paulo Machado e Maluh Barciotte.

Amar a Terra é o tema principal do Terra Madre Salone del Gusto 2016”, explica Serena Milano, Secretária-Geral da Fundação Slow Food para a Biodiversidade. “Cuidar do meio ambiente e do planeta onde vivemos é uma das questões mais importantes de nossos tempos, e uma obrigação para todos aqueles que trabalham com os alimentos. Queremos voltar a descobrir o prazer de cuidar da Terra, junto com produtores, professores, chefs, acadêmicos, agricultores, comunidades do alimento e, acima de tudo, com as pessoas comuns e com as famílias. Por isso estamos organizando oficinas, palestras, degustações e cursos didáticos”.

O evento internacional, que vai levar para Turim o melhor da produção alimentar artesanal do mundo inteiro, terá três objetivos principais, convidando os visitantes a aprender mais sobre: como se tornar agricultor, como se tornar coprodutor e como se tornar jardineiro.

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s