Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Da invasão de batatas orgânicas no coração de Amsterdã, às degustações no metrô de Paris: as iniciativas do Slow Food em 2012 para um alimento melhor 

"O futuro da agricultura europeia se decide agora: chegou a hora de agir!”: declarou Carlo Petrini, presidente do Slow Food, no mês passado. A rede internacional do movimento não está perdendo tempo. Sob o efeito das reformas da Política Agrícola Comum (PAC) da União Europeia previstas para 2013, o Slow Food participa ativamente de debates e encontros, organiza ações criativas para expressar a esperança pelo futuro do alimento na Europa, e realiza um vídeo para apresentar a atmosfera, as pessoas e as mensagens dos eventos. 

No dia primeiro de abril, a iniciativa Power to the Pieper (literalmente, poder à batata), provocou uma invasão de batatas orgânicas na Praça Dam, no coração de Amsterdã. Os jovens associados do Slow Food Youth (SFY) Holanda ofereceram batatas para o público levar para casa. “As batatas têm hoje um preço tão baixo que um agricultor não consegue sequer vendê-las no mercado”, comentou o organizador Samuel Levie. “Custa menos trazer para cá. Esperamos que as pessoas se deem conta da loucura do sistema alimentar, onde os alimentos já não valem nada”. 
www.whatifwechange.org

Há pouco tempo, durante a primeira “Schnippeldisko” organizada pelo SFY Alemanha, duzentas pessoas picaram mais de uma tonelada de verduras em grandes mesas montadas num dos mercados de Berlim, e prepararam uma sopa ao som das músicas escolhidas pelos DJs. “As pessoas dizem que demora muito para picar verduras e cozinhar, mas hoje vieram duzentas pessoas e se divertiram, celebrando este trabalho como ato de resistência culinária”: declarou Hendrik Hasse, promotor do evento. 
www.youtube.com

No dia seguinte, foram servidos aproximadamente oito mil pratos da “disco-sopa” durante o protesto “Wir haben es satt!” (estamos cheios!), organizado pela campanha Meine Landwirtschaft (minha agricultura) e pelo Slow Food Alemanha. Quarenta organizações e vinte e três mil pessoas se reuniram no centro de Berlim para reafirmar a necessidade de uma nova abordagem da produção alimentar, com atenção especial para a reforma da PAC. 
www.youtube.com

O Slow Food Bastille e o SFY França levaram para Paris a ideia da “disco-sopa”: utilizando produtos bons, mas que iriam para o lixo, prepararam uma seleção de sopas que foram servidas a quem passava pela Praça da Bastilha, com o objetivo de chamar a atenção para o problema das sobras alimentares. 
Em três de março, os dois grupos organizaram o Eat-In dans le metro parisien: durante duas horas, os associados ofereceram degustações de alimentos bons, limpos e justos, distribuindo panfletos sobre a PAC 2013 nos trens e nas estações do metro. 

Ainda em março, no Food Film Festival organizado pelo SFY Holanda, foi lançado o website da rede Food Politics - Rethinking Food (políticas alimentares – repensando os alimentos: www.foodpolitics.eu). “As discussões do fórum envolveram pessoas de países e culturas diferentes”, declarou Joris Lohman, presidente do SFY e um dos fundadores do projeto. “Estabelecemos as bases para uma comunidade de pessoas que com suas ideias e seus blogs contribuirão para o futuro do alimento na Europa.”
www.youtube.com

No dia vinte de abril, por fim, o presidente do Slow Food, Carlo Petrini, representou as inúmeras vozes e iniciativas da associação na Conferência da União Europeia: “Agricultura local e cadeia curta de produção”. “Foi uma honra compartilhar a experiência do Slow Food e falar em nome de milhares de agricultores, pescadores, artesãos e comunidades do alimento que integram a rede do movimento”, declarou Petrini. “As atuais políticas de desenvolvimento rural têm se mostrado inadequadas: são urgentes novos paradigmas agrícolas.” 

Em 2011, com o documento estratégico “Rumo a uma nova Política Agrícola Comum”, o Slow Food lançou a campanha Slow Europe, reivindicando políticas europeias que apoiem os pequenos produtores, preservem a agrobiodiversidade e estimulem a entrada dos jovens no mundo da agricultura. 

Para maiores informações sobre as iniciativas e sobre os inúmeros eventos ligados à campanha Slow Europe, visite o website: www.slowfood.com/sloweurope

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s