Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Existem fortes ligações entre o cinema e o alimento, com a gastronomia sendo retratada nos filmes, documentários e outros meios audiovisuais. Dois eventos que acontecerão em breve, organizados em colaboração com o Slow Food, têm o objetivo de trazer uma consciência crítica para este meio e salientar os diversos aspectos que envolvem o alimento e a agricultura. 

Entre os dias 7 e 17 de fevereiro, o prestigioso Festival Internacional de Cinema de Berlim incluirá um programa especial de Cinema Gastronômico, apresentando uma série de eventos relacionando filmes com eventos gastronômicos e discussões. Dentre estes eventos, o presidente internacional do Slow Food – Carlo Petrini – irá participar de um diálogo aberto ao público, ao lado do famoso Chef de Cozinha catalão Ferran Adria, sobre “O Futuro dos Alimentos”. Petrini também irá apresentar Gut, Sauber und Fair, a versão alemã do seu livro “Bom, Limpo e Justo” e apresentar o documentário “Um dia na Eataly”, junto com o renomado diretor cinematográfico Michael Ballhaus – que produziu o filme com estudantes da Universidade de Ciências Gastronômicas na Itália.

O Slow Food on Film , que acontecerá de 7 a 11 de maio em Bolonha (Itália), é um festival de cinema e comida promovido pelo movimento Slow Food, Cinemateca de Bolonha e a Cidade de Bolonha. O evento promove uma nova consciência crítica sobre a cultura alimentar através de filmes, curtas-metragens, documentários e series de TV que apresentem perspectivas originais sobre os alimentos, os problemas da agricultura e sobre a memória alimentar como uma herança a ser defendida.

Alguns filmes têm abordado estas questões, como os seguintes documentários de 2007 ilustram, tomando os produtos e produtores como foco:

- Sementes sagradas (Semillas sagradas), de Andrea Mendez Brandam, Juan Nicolas Broens e Maria Teresa Morresi é uma viagem através de Quebrada de Humahuaca, um amplo vale no nordeste da Argentina. O filme retrata um povo que reconhece e está recuperando o bem mais valioso que a Terra pode oferecer: sementes, as guardiãs da biodiversidade e da soberania alimentar futura.

- Seu Bené vai para a Itália, de Manuel Lampreia Carvalho (será apresentado no Festival de Berlim), descreve a vida de Benedito Batista da Silva – um homem de 60 anos de idade, brasileiro e produtor de farinha de mandioca da região amazônica, e suas experiências durante o Terra Madre 2006. 

Produções como estas são inspiradas por esforços exemplares daqueles que persistem na luta para assegurar a sobrevivência e reconhecimento das plantas, espécies animais e métodos agrícolas tradicionais em seus países de origem.

Mais informações:

www.berlinale.de
www.slowfoodonfilm.it  

Publicado originalmente em inglês, no Sloweb em 18/01/08  

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s