Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Parceria entre o Slow Food Brasil e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Rural, se fortalece e leva uma delegação para o Terra Madre - Salone del Gusto 2018

Ao longo dos últimos quatro anos o Slow Food, junto à Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), com apoio da União Europeia (UE), do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (SEAD), tem trabalhado em projetos no estado da Bahia que permitiram a valorização da biodiversidade local e o desenvolvimento territorial com a preservação da identidade cultural.

A parceria, que rendeu frutos ao longo dos anos, ganha mais uma etapa no próximo mês com a ida de 18 delegados baianos ao Terra Madre Salone del Gusto 2018, 15 desses apoiados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia (CAR). Estarão presentes no Mercado do Terra Madre as cinco Fortalezas da região. Umbu e Licuri, das mais antigas Fortalezas do Brasil; Abelha Mandaçaia do Piemonte da Diamantina e Maracujá-da-Caatinga, articuladas mais recentemente e que estão sendo consolidadas no âmbito da parceria, e Cacau Cabruca do Sul da Bahia, nova Fortaleza fruto do trabalho dos últimos dois anos em parceria com a SEAD. Além da exposição e venda dos produtos da sociobidiversidade dos diversos territórios, a Bahia será representada por Caco Marinho e Fabrício Lemos, membros da Aliança de Cozinheiros Slow Food em Salvador, que participarão do laboratório do gosto A cozinha baiana tem sabor de dendê, no sábado (22) e da cozinha latinoamericana do Terra Madre, no domingo (23), onde preparam a tradicional moqueca baiana e o acarajé.

A participação da delegação inclui falas em diversos fóruns, como o Queens of the Sea (‘Rainhas do Mar’, em livre tradução), no sábado (22), onde Jucilene Viana representará o Brasil na discussão sobre a presença da mulher no ambiente da pesca e contará sua experiência com a Comunidade da Ostra do Quilombo Kaonge; No mesmo dia, Denise Cardoso, representante da Fortaleza do Umbu, marca presença no debate sobre Merenda Escolar. O domingo (23) está reservado aos representantes da Fortaleza do Cacau Cabruca do Sul da Bahia e do chocolate da Bahia, que apresentam no espaço Cacao Camp Domori  e  às Abelhas Sem Ferrão, onde Reveca Tapie e Davi Merces debatem junto com a delegação latinoamericana sobre a importância da polinização promovida por essas espécies nas regiões tropicais e subtropicais.

O evento será palco, também, do encontro final do projeto Alimentos Bons, Limpos e Justos na Agricultura Familiar, realizado nos últimos dois anos e meio, uma parceria entre a SEAD, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Associação Slow Food do Brasil, envolvendo todas as Fortalezas brasileiras. Destaca-se ainda na programação, do sábado (22), a conferência Alianças produtivas para a agricultura familiar e o desenvolvimento territorial, com a participação do Diretor da CAR, Wilson Dias, a representante do Slow Food, Valentina Bianco, e três Fortalezas brasileiras que atuam em parceria com empresas privadas, discutindo sobre oportunidades e desafios dessas alianças.

A programação na Itália conta também com uma atividade de visita e intercâmbio de delegados baianos em Fortalezas, cooperativas e iniciativas de valorização da produção artesanal representativa da região Piemonte.

A 12ª edição do Terra Madre Salone del Gusto acontece entre os dias 20 e 24 de setembro em Turim, no Lingotto Fiere, onde estarão presentes cerca de 100 delegados brasileiros provenientes das cinco regiões do país.

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s