Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

IMG 20180627 133835830

No último 26 e 27 de junho Sant’Ana do Livramento (Brasil) e Rivera (Uruguai) receberam o Engenheiro Agrônomo Sebastião Pinheiro para uma oficina de biofertilizantes. Entre os participantes estavam estudantes de agronomia da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), técnicos da Emater/Ascar de Sant’Ana do Livramento, técnicos e estudantes do Centro Universitário Rivera (Udelar,) produtores agroecológicos e em transição e também membros do Slow Food Binacional Livramento/Rivera.

Na oportunidade, Sebastião Pinheiro que possui uma carreira acadêmica extensa e foi professor na Universidade Federal do Rio Grande do SUL (UFRGS), junto ao Núcleo de Economia Alternativa da Faculdade de Ciências Econômicas ensinou os participantes a desenvolverem biofertilizantes com materiais comumente encontrados em suas propriedades, como esterco, soro de leite, folhas e ervas e outros ingredientes de fácil acesso.

O professor chamou atenção para o momento que o país vive, já que no dia 25 de junho o Projeto de Lei 6299/02, que que flexibiliza o uso de agrotóxicos no país, foi aprovada pela Comissão Especial da Câmara de Deputados. Sebastião afirmou que só a agroecologia e o biopoder campônes é capaz de combater o agronegócio que transformou a agricultura em negócio, tirando dela todo aspecto cultural envolvido.

A oficina foi uma iniciativa da Emater/Ascar em parceria com a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (campus Sant’Ana do Livramento) e o convívio Slow Food Binacional Livramento/Rivera.

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s