Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

destaque Slow MENUPor que razão o Slow Food deveria se preocupar com as mudanças climáticas? Todo mundo fala e há quem negue! Ainda assim assistimos diariamente a derretimento de geleiras, rios secos, furacões e tornados cada vez mais violentos. Mas poucos percebem o risco, parece um problema distante, abstrato, que nada tem a ver com as nossas escolhas diárias, menos ainda com algo tão óbvio como a comida. É por isso que o problema das mudanças climáticas se tornou tão importante para o Slow Food.

 

O sistema industrial de produção alimentar está entre os maiores responsáveis: um terço das emissões de gases de efeito estufa vem da pecuária intensiva, do uso excessivo de insumos químicos agrícolas a base de petróleo, das frutas disponibilizadas em qualquer estação, de longos cadeias de produção que trazem para nossas mesas qualquer tipo de produto vindo até do outro lado do mundo.

Mas a agricultura, sobretudo a agricultura de pequena escala, é a primeira a ser afetada por este fenômeno, as provas são as enchentes alternadas por secas devastadoras; ondas migratórias de agricultores que fogem, em busca de água para seus animais ou de solo fértil; o aumento do nível dos mares, que dificulta o trabalho das comunidades de pescadores; a acidificação e elevação da temperatura dos oceanos que cria condições hostis à vida; a perda de biodiversidade; a desertificação sem remédio.

Mas cada um de nós pode fazer muito, a partir do consumo diário, pois é o conjunto de nossas escolhas que pode levar governos e comunidades a tomarem o caminho alternativo necessário para o planeta.

Cardápio de Mudanças é a campanha do Slow Food que promove essa alternativa. É nossa primeira campanha de comunicação internacional que chama a atenção para a relação entre aquecimento global e produção e consumo de alimentos, promovendo consumos mais atentos, e arrecadando recursos para os projetos do Slow Food em favor da agricultura familiar, educação alimentar e ambiental, e conservação da biodiversidade.

De 29 de setembro a 31 de dezembro, há muitas formas de participar da campanha.

Da divulgação nas redes sociais e sites, aos eventos com o próprio Convívio Slow Food, passando pelos jantares com os cozinheiros de sua região: solte sua imaginação!

Todos os dias, escolha alimentos bons, limpos e justos, e apoie os projetos do Slow Food no mundo inteiro!

Todos podemos ser protagonistas!

– 16 de outubro-5 de novembro: Coma alimentos locais

Desafiando os amigos: durante três semanas, apenas alimentos locais e de temporada em sua mesa

– 6-25 de novembro: Cozinhe um futuro melhor

Promovendo uma lista de ingredientes que inclua sustentabilidade, biodiversidade, respeito pelo planeta.

– 26 de novembro e durante todo o mês de dezembro: Apoie o Slow Food!

O planeta precisa de todos nós Ajude-nos a defendê-lo, doe agora! Mesmo uma pequena doação faz uma grande diferença.

www.slowfood.com

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s