Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

A Quinta Slow é um momento de convivencia dos associados e simpatizantes do Slow Food Cerrado. É aberta a todos que desejam participar de nossas atividades e discussões, e acontece toda primeira quinta-feira de cada mês no Restaurante Panelinha .

Para nossa segunda edição, que acontecerá no próximo dia 02/12, a partir das 19h, o Panelinha nos acolherá com as seguintes preparações:

Entradinha: caldinho de couve flor com crispies de focaccias.
Entrada: Mix de folhas verdes com crispie de buriti ao toque de babaçu.
Prato Principal: Escondidinho de jerimum com linguiça apimentada ao perfume de pequi.
Opção vegetariana: Escondidinho de jerimum com legumes grelhados.

O valor: R$ 18,90 por pessoa sem bebidas.

Para quem não conhece, o Restaurante Panelinha fica no fim da Asa Norte: SHCN CL 316, Bloco E, Loja 20

Apóie a divulgação e participe!

No dia 10 de dezembro o movimento Slow Food comemora o Dia do Terra Madre , e centenas de eventos simultâneos serão realizados em todo o mundo.

O Slow Food Cerrado , célula do Movimento Slow Food de Brasília, convida a todos para um Brinde às Mulheres da Terra, com a apresentação do curta-metragem Mulheres da Terra, dirigido por Márcia Paraíso, e um jantar degustação de pratos criados especialmente para a ocasião pela Chef Marilde Cavaletti, e preparados com produtos locais, agroecológicos e do Cerrado.

Contaremos com a presença das mulheres do grupo Sabor do Cerrado, do Assentamento Colônia I , e de Rosângela Piovezani, representante do Movimento das Mulheres Camponesas , como convidadas especiais nesta noite de festa.

O Slow Food Cerrado participa da X Semana de Extensão da UnB, em uma discussão sobre os princípios do Movimento Slow Food: Bom, Limpo e Justo. O debate é promovido pela UnB – Campus Planaltina, e contará com a presença de acadêmicos desta Universidade e representantes locais do Slow Food. O evento é aberto ao público, e as inscrições podem ser feitas com antecedência pelo site, ou na hora (se ainda houverem vagas). A UnB irá emitir certificados para os participantes. Veja a programação:

Bom, Limpo e Justo? A Ecogastronomia e os Princípios do Slow Food em Debate

Coordenadora: Janaína Deane de Abreu Sá Diniz - Faculdade de Planaltina (FUP/UnB)

Debatedores:

  • Roberta Sá – Cientista de Alimentos, líder do Slow Food Cerrado:  a história, estrutura e os princípios do Slow Food
  • Mônica Nogueira – Antropóloga: O que significa o Bom?
  • Flávio Costa – Agrônomo: O que significa o Limpo?
  • Ricardo Neder – Sociólogo: O que significa o Justo?

Data: 10 de Novembro de 2010

Horário: 19h30 – 21h30

Local: Livraria Cultura – CasaPark Shopping Center - SGCV - Sul, Lote 22 - Loja 4-A CEP 71215-100 - Zona Industrial - Guará – DF

Além do debate, durante a X Semana de Extensão da UnB acontecem também duas oficinas de “Aproveitamento Alimentar de Frutos do Cerrado”, apresentadas pelo grupo de pesquisa coordenado pela Prof. Janaína Diniz. As oficinas serão no Colégio Agrícola, na terça-feira (9/11) e na quinta-feira (11/10), de 14h às 17h. As vagas são limitadas.

O Convivium Slow Food Cerrado , um grupo local do Slow Food em Brasília, convida a todos para compartilharem a tarde do dia 24 de outubro, domingo, em um pique-nique no Parque da Cidade, à partir das 15h. O local é o estacionamento 4, perto do restaurante de culinária nordestina Gibão.

Convidamos você a tirar um dia de folga das correrias do trânsito, dos enlatados e das embalagens descartáveis, sob o céu do Cerrado. Por uma cidade sustentável, pelo uso dos nossos espaços públicos, pelo simples prazer do convívio.

Esse será o primeiro encontro de muitos, pois a proposta é realizar pique-niques em lugares variados, ao menos uma vez por mês, seguindo o exemplo dos nossos amigos do Convivium Pique-nique de Belo Horizonte, MG.

Convide pessoas queridas e ajude a divulgar!

piquenique.jpg

arraial

O Convivium Slow Food Arraial d' Ajuda - BA, foi convidado pelo Centro Educacional Arraial d' Ajuda - CEAD nos meses de setembro e outubro de 2010 para dois encontros com os alunos da 4ª série, onde conversamos sobre sustentabilidade e escolhas alimentares. A Renata, coordenadora do CEAD nos explicou que esse encontro justificava pelo assunto sustentabilidade, abordado na programação educativa da própria escola. De imediato, abraçamos esse compromisso e juntamente com a Renata concordamos em um primeiro encontro, apresentar a missão do Slow Food aos alunos realizada pelo Fabrizio, associado ao Slow Food Arraial d' Ajuda, chefe de cozinha e proprietário do restaurante Dom Fabrizio em Arraial d' Ajuda. Fabrizio nos relatou que quando saiu de casa não sabia o que iria encontrar, pensando que as crianças hoje são muito mais espertas que na sua época, mas logo que entrou na sala para a palestra, sentiu uma sensação de bem estar e muitas perguntas dos alunos o fizeram entender que o assunto era de interesse para eles e disse "o caminho, penso que está certo e temos que continuar levando o Movimento Slow Food nas escolas. As crianças podem verdadeiramente ser o futuro que salvará este mundo e o meio ambiente". No segundo encontro, o objetivo foi relacionar as escolhas alimentares de forma sustentável. Como nutricionista, tive um imenso prazer em reforçar a educação do gosto numa abordagem de escolher o alimento não somente pelo valor nutricional, mas de forma crítica em relação à Indústria Cultural. E nada mais gratificante do que receber a confirmação do nosso compromisso através de um depoimento dos próprios alunos e também da professora Carla Hora, descrito abaixo.  "No dia 14 de outubro, nós, alunos da 4ª série do CEAD recebemos a visita da nutricionista Nara Bícego. Nesta palestra, aprendemos que a natureza nos dá muitas coisas, mas em troca precisamos preservar os recursos naturais, pois fazemos parte dela. Se não fizermos a nossa parte, não poderemos recuperá-la e nem deixar o necessário para as futuras gerações. Podemos economizar água, consumir menos para fabricar menos lixo, termos consciência do que escolhemos para nos alimentar e procurar comprar produtos de pessoas que produzem naturalmente de forma consciente. Nós dependemos do meio ambiente e ele depende da gente! Percebemos que nosso corpo precisa de uma alimentação saudável e balanceada para nos desenvolvermos melhor, crescer, fortalecer os ossos, melhorar a concentração e sentir melhor o verdadeiro sabor dos alimentos. Devemos evitar as gorduras e os açúcares ruins, salgadinhos e exageros nos doces. Foi muito bom recebermos a visita da Nara e prometemos que iremos cuidar da natureza e do nosso corpo de forma consciente".

O resultado desse encontro foi tão feliz que despertou o desejo em alguns alunos de associarem ao Slow Food e a Sarah ficou especialmente animada, porque juntamente com sua família estão fazendo uma horta em casa.E mais, o Slow Fodd Arraial d' Ajuda estará presente na XIII Expo Educativa CEAD Desenvolvimento Sustentável para ajudar no questionamento proposto pelos alunos do CEAD de como conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação do ambiente e o fim da pobreza no mundo. Assim, termino com o slogan do CEAD "A história do mundo continua com você".

 

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s