Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Os produtores estão localizados  na região do Brejal, perto de Petrópolis, no Rio de Janeiro, e são organizados em combinação com uma pequena empresa que comercializa produtos orgânicos – Biohortas, coordenada por Paulo Aguinaga, um dos fundadores da Coonatura. Em meados dos anos 90, ele passou a estimular a entrada na agricultura orgânica por cerca de 30 produtores, que supriram a Coonatura durante todo seu período de existência. São certificados pela ABIO, tem uma barraquinha na feira da Glória e atendem a feiras, lojas etc.

Hoje, a produção é toda orgânica, com o cultivo de legumes, verduras e frutas da estação. Recentemente, a Embrapa tem desenvolvido, junto aos produtores, experiências com novas técnicas de plantio orgânico, visando diminuir o custo e aumentar a produtividade.

Outro aspecto importante é a capacidade de responder às demandas dos consumidores tanto em termos de variedade como de quantidade, pois no histórico de sua formação este núcleo organizou-se em torno da demanda dos consumidores-associados da Coonatura.

A Biohortas tem feito investimentos na capacitação dos agricultores. Com o apoio da Secretaria de Agricultura, Emater e Sebrae é incentivada a participação dos produtores em viagens/excursões para conhecer outras realidades, bem como encontros e seminários para troca de experiência, além de cursos. Com isso, atualmente, este é um grupo de agricultores atuantes na agricultura orgânica com um dos maiores níveis de conhecimento e consciência.

Dessa forma, o alimento é bom porque é cultivado em sistema agroecológico, respeita a sazonalidade e o clima local, portanto, os alimentos nascem e crescem a seu tempo, adquirindo características organolépticas incríveis em comparação com os métodos de plantio venenosos. O método de cultivo agroecológico não agride o meio ambiente, sendo todo o processo e prática sustentáveis, seus métodos de cultivo são artesanais, preservando a cultura local. O alimento é justo devido ao respeito às condições de trabalho das famílias de agricultores e suas formas de comercialização. Os valores corretos praticados nas feiras agroecológicas geram satisfação para ambos os lados, tanto do produtor como do consumidor. Suas relações de respeito mútuo tornam as ações comerciais equilibradas, além da prática da hospitalidade e da solidariedade, que são valores socioculturais indissociáveis do plano de cultivo orgânico.

 

Estado/Região/Território: Rio de Janeiro/Região Sudeste

Municípios:  Posse, distrito de Petrópolis

Referência da Comunidade:  Paulo Aguinaga - (24) 2252-5536 - pauloaguinaga@ig.com.br

 

Esta Comunidade do Alimento foi incluída na Rede Slow Food pelo projeto:

 

logo projeto completa

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s