Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

A pimenta cumari (Capsicum praetermissum), também denominada de comari, cumari-miúda, cumari-verdadeira, pimentinha,pimenta-de-passarinho, cumari-passarinho, faz parte do gênero Capsicum, que agrupa todas as pimentas ardidas; pertence, também, à família das Solanáceas. Similar a pimenta cumari presente na Amazônia, apresenta duas ou mais flores por nó e sempre possuem tamanho pequeno, nas cores branca ou roxa. Muito procurada por insetos, a polinização das flores se dá principalmente por esses animais e pelo vento, ocasionalmente ocorrendo também por aves. 

Os frutos, de forte pungência, são pequenos e apresentam formato arredondado, de aproximadamente 1 cm de comprimento e 0,5 cm de largura.

Quando atingem o amadurecimento, entre janeiro e fevereiro, apresentam a cor vermelha e podem ser descolados facilmente da planta. Essa espécie de pimenta é muito procurada por pássaros, que são inertes ao ardor dos frutos e realizam o trabalho de dispersão das sementes. Porém, não é preciso aguardar o amadurecimento dos frutos da pimenteira para consumi-los:  eles geralmente são consumidos ainda verdes em formato de conservas. A prática é potencializada por um constante problema pós-colheita: delicados, os frutos entram em rápido processo de decomposição.
A cumari faz parte da herança cultural alimentar da região Centro-Oeste e tem uma forte relação com a gastronomia regional do Estado de Goiás. O crescente desmatamento do Cerrado brasileiro e a alta perecibilidade coloca essa espécie de pimenta em risco de extinção. Em restaurantes, é comum ver as pimentas em conserva darem lugar a molhos de pimenta industrializados cujo ingrediente principal não faz parte de um dos biomas mais degradados do mundo. 

Indicado por Luciano de Bem Bianchetti 
Pesquisa por Sara Almeida Campos 
Revisão por Ligia Meneguell 
Produto embarcado pelo projeto
logo projeto completa

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s