Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

É um produto resultante da coagulação do leite com emprego de ácidos orgânicos de grau alimentício, cuja massa é submetida à dessoragem, lavagem e fusão, com acréscimo exclusivamente de manteiga de garrafa ou manteiga da terra. É produzido artesanalmente no interior do Amazonas, possui forma redondo/achatada, com sua massa variando de 500-1000g. Possui coloração amarelo-palha, odor e sabor característico da manteiga.

Queijo Manteiga do Norte (Carlos Demeterco).pngQueijo manteiga, produzido artesanalmente na região do Baixo Rio Amazonas, Estado do Amazonas
(Foto de Carlos Demeterco)

 O queijo de manteiga é um dos subprodutos mais explorados do leite fluido bovino na região. Sua produção no Amazonas está estreitamente relacionada com a produção leiteira familiar no estado, apresentando pouca representatividade no cenário nacional. No entanto para as comunidades ribeirinhas que produzem leite, geralmente em pequena escala, torna-se uma importante fonte proteica e de renda familiar, uma vez que, agrega valor, e se usa pouca quantidade de leite, dessa forma, caracterizando-se como produto cultural da região do médio e baixo Amazonas.


O leite tirado no dia é colocado em recipiente até o outro dia. No dia seguinte, já se tem presença do coalho, ou coalhada. Nesse momento também é feita a retirada da gordura que está sobre o coalho para produção da manteiga, por processo de fritura e filtragem. A partir daí, essa coalhada é posta em sacos de fibra para que haja a retirada do soro, que são pendurados de 1 a 2 dias. A massa resultante é aquecida com leite in natura (retirado no mesmo dia) até a formação da massa mais pastosa, e então é adiciona-se manteiga. A partir daí a massa se incorpora à manteiga e colocada em formas para resfriar.

Os produtores comercializam em feiras livres e no porto da cidade para embarcações que usam o rio Amazonas como hidrovia, passando pela cidade de Parintins-AM. Por ser produzido em pequena escala, são frequentemente embalados em sacos plásticos e comercializados por vendedores ambulantes, geralmente o produtor, nas ruas urbanas de Parintins-AM.

O queijo manteiga é produzido de maneira artesanal no interior do Amazonas, com conhecimentos e aplicação de técnicas tradicionais passados de uma geração para outra. Com o declínio da fixação dos jovens nas áreas rurais, esses conhecimentos podem deixar de ser praticados ao longo dos anos. Outra ameaça seria a introdução de novas receitas, provenientes de outros estados brasileiros e a falta de pasteurização do leite, deixando o produto impossibilitado de adquirir o SIF (selo de inspeção federal).

São consumidos geralmente no café da manhã e lanche (merenda) da tarde das famílias ribeirinhas que o produzem, representando o pão das áreas urbanas, que podem também ser consumidos juntamente com a farinha de mandioca e café. É utilizado também no sanduíche X-caboclinho. Os excedentes são levados para os centros urbanos e vendidos, contribuindo com a renda das famílias produtoras. 

Indicação: Alef Soares Nunes e Paulo Henrique Guimarães de Oliveira
Revisão: Carlos Demeterco e Ligia Meneguello
Produto embarcado pelo projeto
logo projeto completa

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s