Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

A ostra roladeira é um molusco bivalve da família Ostreidae e sem espécie identificada, de grandes dimensões, que aparece em determinados períodos do ano nas margens da costa da região conhecida como Saco do Mamanguá. De acordo com moradores locais, a ostra recebe esse nome por aparecer próximas à costa "rolando" pela ação das águas.

Depoimentos contam também que é preciso utilizar uma pá para escavar parte da areia e retirar a ostra soterrada. O molusco, ao que parece, adquire proporções gigantescas, se não for retirado enquanto muito jovem. Considerado o único fiorde (vale rochoso inundado pelo mar) tropical brasileiro, o Saco do Mamanguá é uma grande reserva de deposição da fauna marinha, onde várias espécies se concentram para procriar, em uma longa reentrância que avança 8 km ao interno da costa, cercado montanhas cobertas de Mata Atlântica.

Comunidades tradicionais, que vivem da pesca, do turismo e do artesanato dividem a região com pousadas e algumas casas de alto luxo, inclusive de construção ilegal. O produto único está desaparecendo na região devido à coleta intensiva e prematura, fora dos períodos aconselhados. A ostra roladeira faz parte da memória dos habitantes mais velhos da região que contam com pesar a situação atual deste produto.

A ostra roladeira pode ser consumida crua ou cozida, como nos pratos e preparações tradicionalmente destinados às ostras comuns. Devido a sua grande dimensão, oferece possibilidades gastronômicas interessantes, sabores e textura únicos.

Indicação por Norberto Moraes de Azevedo Neto
Revisão e Pesquisa por Marcelo de Podestà e Ligia Meneguello
Registro de relato: video A ostra gigante do Mamanguá

Este produto compõe o projeto:

Logo Novo Projeto site copy

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s