Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

O queijinho branco é amplamente consumido nas colônias imigrantes alemãs de Santa Catarina, é encontrado em feiras de produtos artesanais, casas de produtos coloniais e é presente na mesa e no dia-a-dia das famílias descendentes de imigrantes.

Este produto tradicional é feito a partir de leite cru de vacas, coalhado naturalmente, fervido a 40 graus por dois minutos e escorrido em saco de pano por sete horas . Tem consistência e aparência muito parecidas com a da Ricota, porém possui sabor bem mais acentuado.

Como todos os produtos artesanais, oriundos de produções locais e comercializados em feiras e diretamente em residencias, sua produção comercial diminui a cada ano, e por pressões sobre a legislação dos queijos a base de leite cru, os produtores abandonam pouco a pouco a produção deste queijo.

Usado para comer puro no pão ou em várias receitas como tortas doces e salgadas.

Também é a partir do queijinho que é fabricado o famoso kochkäse que seria o queijo cozido, que hoje e proibido vender por que ele é a partir do leite cru e passa por um processo de envelhecimento ao tempo. Estão lutando aqui para tombá-lo como patrimônio imaterial.

Indicação: Samuel Baldo
Pesquisa e texto: Bernardo Simões
Este produto compõe o projeto:
3logo site1

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s